quinta-feira, 8 de agosto de 2013





Esse é meu lema, nos últimos 6 meses... Mas, não foi sempre assim.
Eu sempre fui uma pessoa extremamente ansiosa, nervosa, agitada. Como diz minha mãe ligada no 220, 24hs por dia. Eu realmente sempre me preocupei demais com tudo ( trabalho, família, estudos), mas sempre esqueci de me preocupar comigo mesma. E viver se preocupando com o mundo+ ansiedade+ agitação+ stress um dia teria um preço, pq minha amiga, toda maquina que trabalha demais uma hora Pifa!
Foi assim comigo, um belo dia enqnto meu marido mochilava pelo mundo, e eu me virava em 10 para dar conta da rotina ( trabalho/ casa/ faculdade) meu coração levantou a bandeira branca, como me pedindo socorro. Em um dia pela manhã eu comecei a sentir uma batedeira ( aquela que sua avó disse te sentido quando viu seu vô pela primeira vez), uma taquicardia tão tão forte que sentia meu coração na boca ( o sintoma que a vó também relatou), e não passava.  Depois do susto, dos exames e etc. Recebo meu diagnostico, meu coração resolveu trabalhar tão rápido e tão intensamente como eu levo minha vida, só que naquelas né? O danadinho estava batendo rápido demais, e uma hora ele ia se cansar. Toca remédio nele, toca visitas semestrais ao cardiologista.
Depois de toda esse “causo” ai que contei resolvi parar, e rever que vida eu estava levando. Neste momento eu percebi que era questão de “vida ou morte” resolver esse problema. E resolver esse problema, para mim em especial, era parar de levar a vida tão a serio.
Viver em uma grande cidade não é facil, ainda mais para pessoas como eu. Eu corro contra o relógio. Eu não como, eu engulo a comida. Eu não falo, eu grito atropelando as palavras tão rápido quanto fala o feirante. Eu não durmo, eu apenas cochilo algumas poucas horas por noite. TÁ TUDO ERRADO!
Aos poucos comecei a dar um basta em tudo isso, e fazer pequenas mudanças, que  com toda certeza melhorariam minha qualidade de vida e garantiriam um coração mais tranqüilo =)
Algumas coisas que hoje sigo ( ou tento seguir) como regra para viver cada diazinho:


1- PARE, RESPIRE!
Por incrível que pareça, existem dias que eu faço uma coisa tao grudada na outra chega no final do dia parece que eu corri em uma maratona, sabe aquela sensação de falta de ar, ficar ofegante mesmo ? eu me sentia assim varias vezes no dia, em especial nos dias que eu estou lidando com um problema, ou uma atividade no trabalho/ faculdade intensa . Hoje, varias vezes ao dia eu paro TUDO o que estou fazendo, respiro profundamente, sinto o ar entrar pelos meus pulmões, oxigenar cada parte do meu corpo, e daí então eu continuo minha atividade.
2-Respeite seus limites
Ouça seu corpo, e respeite quando algo não vai bem. Procure ajuda! O nosso corpo é sábio, e avisa loucamente quando algo não vai bem.
3-Tenha o SEU tempo
Ter um tempo só para você no dia (OK , que seja na semana) é essencial. Nem que seja 30 minutos para um banho relaxante ao som de uma musica legal, é preciso. Para nos mulheres, nada como parar tudo ir no salão e fazer as unhas, a impressão é que deixamos no salão todo o stress da semana.
4-Permita-se chutar  o balde
Se acordar cansada  no sábado depois de viver aquela semana intensa no trabalho, esqueça a casa, a roupa, o ferro e a dieta. Permita-se passar o dia jogada no sofá, com um pote de nutella na mão e seja feliz.


5-Tire férias
Nada como tirar férias, e correr para as colinas. Foi assim comigo ( viagem à ilha de pascoa). Não existe nada melhor, esquecer trabalho e rotina e curtir uma praia. Ótimo para recarregar as baterias.
6- Abandone a tecnologia
Sou daquelas que dorme e acorda com o telefone na mão, dando F5 nos portais jornalísticos, e claro, nas redes sociais. Eu me obriguei a esquecer dele e da internet ao menos 1 dia na semana ( no meu caso escolhi o final de semana). É ótimo.
7-DESACELERE
Para mim chegar de noite em casa ( eu chego realmente tarde) e me desligar é super difícil. Chego ligadona, adrenalina a mil e assim fica difícil relaxar. Uma ótima técnica é um banho quente e tomar um CHÁ quentinho  <3


8-Pratique exercícios 

Uma caminhada no parque após um dia estressante pode fazer a diferença. Se vc for tipo eu, que sai de casa as 6 e só retorna as 23:30h e fica impossível tirar uma horinha para caminhar no parque,  pratique a caminhada até o trabalho. Sabe aquelas pessoas que descem uma estação antes do metro, ou estacionam o carro um pouco distante do trabalho para fazer o restante do percurso caminhando ? então, adotei para vida. Caminhar dois quarteirões até o trabalho, respirando ar puro, uma música rolando no fone de ouvido, faz o dia começar bem melhor.

9-Faça as pazes com o mundo
Não vale a pena guardar mágoas! Posso dizer que para os 10 passos para uma vida melhor esse é o mais complexo rs. Mas adotar o "não leve a vida tão a sério" exige relevar certas situações. Se alguém berra comigo eu me esforço, respiro e  tento pensar mentalmente: Coitada, ta de TPM. Sai de fininho e deixa a pessoa se estressar sozinha, não deixe ela te "contaminar". Volte depois de 3 horinhas que tudo estará bem, e vc aceita as desculpas dela. É melhor assim, eu te garanto =)
10-Quebre a semana 
Sabe quando a semana parece não acabar nunca e você ja esta se arrastando? Quebre a semana! Pegue uma quarta feira ( bemm meio da semana), ao final do dia corra para um barzinho ou faça um jantar e abra um vinho e tome com seu marido. Não precisa virar a noite, mas 1 horinha tomando uma bebidinha e dando risada com os amigos/marido dá uma animada para "sobreviver" ao restante da semana. 


Espero que esses passos ajudem vocês a levar uma vida mais tranqüila =))       
Postado Por:Bruna As: quinta-feira, agosto 08, 2013 Sem Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Curte a gente no FB!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Fale com a gente!

Nome

E-mail *

Mensagem *

    Chá das Nove é um site de entretenimento e informações. A reprodução do conteúdo do site é permitida, com os devidos créditos. Se tiver alguma dúvida entre em contato com blogchadasnove@gmail.com.

    Todas as imagens que aparecem no site são reproduções de outros sites e o Chá das Nove não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no Chá das Nove entre em contato e ela será removida.