sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Eu sou uma pessoa um pouco nostálgica. Guardo tudo. Brinquedo de infância, boneca, cartinha de amigos, coisas do tempo de namoro com o marido, fotos, tudo. Gosto de guardar e rever de vez em quando.

Eu me casei em abril do ano passado, mas nos mudamos para nosso apartamento só no fim de janeiro deste ano. Nesse meio tempo ficamos em apartamento alugado com todas as nossas coisas na casa dos pais. Eu ainda tenho muita coisa na casa dos pais (poxa, não cabe em casa hahahaha), mas dei uma geral no quarto para ver o que eu precisava, não precisava, enfim. Nisso achei muita coisa pelo quarto. E indo agora visitar meus pais acho outras coisas perdidas por aí, já que eles já se desfizeram da minha cama (pois é, mal saí de casa e já não tenho cama de solteira hahahaha) e as coisas que ficavam no baú estão espalhadas pelo quarto. E rola aquele momento nostálgico...


Daí eu decidi vir aqui dividir com vocês coisas marcantes da minha linda infância (ui) nos anos 90 para ver se vocês também tiveram isso.


Vamos lá?


1) Batom de fruta

Gente, eu adorava! Eu não sei se é coisa da minha cabeça, mas acho que ele tinha um cheirinho, não tinha? Era muito legal! Toda a menina tinha! As que não tinham roubava da irmã mais velha hahahaha


(esses daí achei no meio das mudanças hahahaha)


2) Tamagoshi

Aaah, os bichinhos virtuais <3

Foi o nosso primeiro jeito de cuidar de uma outra vida. Tinha que alimentar, brincar, cuidar e não deixar morrer. Principios básicos que você deve ter quando lida com outra vida hahaahahahaa

Eu tinha desse aí, o ovinho rosinha, original. Lembro que estava com meu pai nas lojas Americanas, vi, torrei o saco dele "eu quero! aahh é tão fofo! aahhhh!!!" que no fim do passeio ele foi lá e comprou pra mim <3. Pagou uma fortuna na época, para alguns dias depois minha irmã comprar um genérico tão bom quanto por sei lá, R$ 5. hahahaaha


Na vontade de matar a saudade do tamagoshi, baixei no meu celular o Pou. Não é tão legal quanto, mas é bem fofinho... você também precisa cuidar, brincar, alimentar. Com a diferença que ele é eterno, não morre. Sério. Passei uma semana sem lembrar dele e ele tava lá, morrendo de fome, todo sujo, mas me esperando com os olhinhos brilhando.



3) Tazos

Aahh os tazos, quem não lembra dos tazos? Eu não sabia brincar de tazo, mas eu adorava colecionar, fazia altas esculturas com eles (eles tinham "rasguinhos" que conectava um nos outros) e deixava expostas no meu quarto, pra desespero da minha mãe (mais coisas para pegar pó hehehe)



4) Mini McDonalds

GENTE!

GENTE!

Quem lembra desse? hahahaahaha

Minha irmã tinha um desse. Reza a lenda que eu, como boa irmã caçula, destruí. O que eu duvido. De verdade. Se eu não lembro, não aconteceu...

(era ótimo pra brincar de Barbie)


5) Game Boy

Eu não tinha um, brincava com o da minha prima quando deixavam a pobre caçula da família (ou seja, eu) chegar perto dele. E olha, nem achava que tinha tanta graça. Só servia para brincar de tetris...

Apesar que meu conhecimento em tetris me ajuda em coisas uteis na vida adulta, como no modo de organizar malas no porta-malas do carro e as louças na lava-louças. Sem o prévio conhecimento em tetris seria mais difícil...



6) Mini Game

Pessoas legais tinham game boy, pessoas mais legais ainda tinham mini game! HAHAHAAHA Eu tinha, minha irmã tinha, a gente as vezes trocava... lembro de ter do Chaves, da Turma da Mônica... normalmente vinha um joguinho só, mas era tão legal! Na época que não existia joguinho de celular, tablet e poucas pessoas usavam - ou tinham - um computador em casa, esses joguinhos eram o maximo dos eletrônicos que nos divertiam!



7) Aquaplay

Era um jogo besta, se for pensar. Você basicamente tinha acertar algo em algum lugar apertando um botão. Sejam bolinhas na cesta de basquete, argolas num pauzinho, enfim. Um dia, num bar, em uma ação promocional, era preciso acertar limõezinhos dentro do copo para ganhar um drink. Tudo isso super simples, se não tivesse a água para atrapalhar e tornar tudo muito mais difícil.





8) Telepapo

Antes de celular, ipad, qualquer outra coisa, o primeiro telefone de muitas crianças dos anos 90 foi o Telepapo! Era um trambolho vermelho e amarelo - que até hoje tá na casa dos meus pais - com uma cadernetinha e muitos telefones para os quais as crianças podiam ligar. Polícia, bombeiros, fazendeiro... Ok, não eram ligações reais, mas era o máximo ligar 190 e ouvir "Oi, eu sou o policial, no que posso ajudar?" e você ficava lá falando como se né, ele tivesse te ouvindo. Você também podia ouvir musiquinhas, tocar musiquinhas, era o máximo. Eu adorava. Só penso agora o quanto eu devia encher o saco dos adultos com isso pra cima e pra baixo hahahaahahah




9) Meu Primeiro Gradiente

Um som miniatura portátil com um microfone e um espaço para fita K7 pra poder gravar sua voz, suas musiquinhas, enfim. Era o máximo.



10) Pense Bem

Antes de crianças de 2 anos terem tablets, crianças de uns 6 anos tinham o Pense Bem. O Pense Bem era um mini "computador" - bem mini e bem precário - que vinha com livros de atividades e era bem lúdico. Tinha jogo das cores, dos tons, de memória, era super legal. Se alguém pegava seu Pense Bem para brincar, todo mundo se reunia ao redor querendo brincar também!




Aliás, procurando o vídeo do Pense Bem achei isso aqui:


GENTE!

Eu tinha um desse!
Ou minha irmã tinha, talvez minha prima, mas lembro de brincar muito de casinha com isso! Era o máximo!

Aliás, isso só serve de prova: brinquei muito de casinha, cozinhava muita comidinha fake e isso não me transformou em dona de casa, submissa ou qualquer coisa que teorias de conspiração podem falar. Mal cozinho, sou péssima dona de casa e passo mais tempo trabalhando que qualquer outra coisa. Ou seja, deixe as crianças brincarem a vontade. Brincadeiras são brincadeiras :) Aliás, seria até bom se o fato de brincar de casinha me transformasse em uma ótima dona de casa, já que a gente cresce e passa a ter que cuidar de nossa casa. Meu marido com certeza ia curtir ter mais ajuda... rs




E aí, deu saudade?







Postado Por:Aninha As: sexta-feira, outubro 04, 2013 Sem Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Curte a gente no FB!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Fale com a gente!

Nome

E-mail *

Mensagem *

    Chá das Nove é um site de entretenimento e informações. A reprodução do conteúdo do site é permitida, com os devidos créditos. Se tiver alguma dúvida entre em contato com blogchadasnove@gmail.com.

    Todas as imagens que aparecem no site são reproduções de outros sites e o Chá das Nove não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no Chá das Nove entre em contato e ela será removida.