quarta-feira, 24 de julho de 2013

Nossa amiga Renata já fez um post sobre o Disney Live com uma criança de 12 meses, agora será minha vez de falar do ponto de vista com uma criança um pouquinho maior, com quase 2 anos!

Quem esta com criança nessa fase do famoso “terrible two” sabe o quanto é imprevisível adivinhar se uma programação dará certo ou não. A Luisa é muito carinhosa, porém tem um gênio muito forte e sabe armar um escândalo como ninguém, com direito a se jogar no chão e bater as pernas. E isso geralmente ocorre do nada e não necessariamente precisa de um motivo.

Confesso que fiquei tensa, mesmo ela já tendo ido duas vezes ao teatro só que com a diferença que era para assistir a Galinha Pintadinha, que ela ama e fica paralisada. Com o Mickey e a turma era um mistério a ser desvendado, afinal ela conhecia muito pouco dos personagens e alguns ela nunca nem viu, como a Ariel e o Aladdin, por exemplo.

Antes de começar a peça me senti um pouco incomodada com a “chuva” de vendedores, fora os valores exorbitantes, um balde de pipoca a bagatela de R$30, assim como o algodão doce. Bom senso mandou lembrança na hora de calcular o valor. Para quem esta neste momento pensando, “ahh, mas so cobram porque tem quem pague”. Tem, eu no caso não paguei porque minha filha ainda não aprendeu que se compra as coisas, mas pagaria na primeira ameaça de escândalo. E não, não sou do tipo de mãe que mima o filho exageradamente e cede a cada choro, a questão á muito maior, você já gastou uma nota preta na compra de dois ingressos, investe nisso pra que tudo saia perfeito e a criança se divirta, chegando la você colocará tudo a perder por um ataque de choro por conta de um saco de pipoca? Eles sabem que não e por isso cobram o que querem.

O espetáculo em si é fantástico, a Lu se divertiu muito ( e eu também). Dançou  bateu palma, interagiu com os personagens. Muita musica, dança e junto com tudo isso o Mickey com os seus amigos vão chamando as histórias ( Aladdin, A pequena sereia e Toy Story). As trocas de cenários são super rápidas que mal se percebe. Na hora do intervalo novamente voltam os vendedores “provocando” as crianças, quase que colocam o balde no nariz da minha filha e os brinquedos são balançados lentamente quase na mão dos pequenos. Acho que tanto falam do consumismo infantil que deveriam repensar isso.

Uma outra critica que tenho a fazer é a proibição que as crianças dancem em pé em frente a cadeira dos pais. Com toda aquela musica é difícil conter os pequenos que eles não podem dançar junto com os bichinhos. Varias crianças foram advertidas, inclusive a minha por querer dançar . Gente, é um espetáculo voltado para um publico infantil poderia haver uma maleabilidade em relação a isso.

Mas no fim tudo valeu a pena, ver a minha pequena feliz e encantada com tudo aquilo é o que me basta para achar perfeito!
Postado Por:Neizi As: quarta-feira, julho 24, 2013 1 Comentário
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Curte a gente no FB!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Fale com a gente!

Nome

E-mail *

Mensagem *

    Chá das Nove é um site de entretenimento e informações. A reprodução do conteúdo do site é permitida, com os devidos créditos. Se tiver alguma dúvida entre em contato com blogchadasnove@gmail.com.

    Todas as imagens que aparecem no site são reproduções de outros sites e o Chá das Nove não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no Chá das Nove entre em contato e ela será removida.