terça-feira, 28 de outubro de 2014

Quer a gente queira aceitar, quer não, a água no mundo está acabando. Aprendemos lá atrás que água é um recurso "renovável e inesgotável", mas depois de uns anos percebemos que não é bem assim que a coisa acontece. Seja por seca, por mau uso, por má administração de governantes, nossos recursos naturais estão secando e precisamos fazer algo se não queremos ficar sem um copo de água em um futuro próximo. 

Apesar da questão da água ser problema no mundo inteiro, a capital paulista está vivendo de frente esse problema no último ano. Muitos bairros já sofrem com racionamento ou baixa pressão da água, e quem não tem caixa em casa acaba ficando por momentos com a torneira seca. Depois de muita polêmica por pouca divulgações de dados ou omissão de governantes, a Sabesp mapeou e divulgou os bairros que contam com diminuição na pressão da água, que segundo o Idec correm risco de desabastecimento em São Paulo. São pelo menos 183 áreas que têm diminuição na pressão da água durante a noite. A lista foi solicitada pelo Idec - Instituto Brasileiro de Defesa ao Consumidor - e mostra que as zonas sul e norte da capital são as mais atingidas pela iminência da falta de água.



Quer ver se o seu bairro se encontra entre os que perigam ficar na seca? Segue a lista!

— Os bairros Lapa, Casa Verde, Perdizes, Vila Romana, Sumaré, Pinheiros, Jardim América, Vila Mariana, Jabaquara, Sacomã, Cursino, Deriv. Brooklin (Vila Nova Conceição) têm 27 áreas de risco
— Os bairros Jardim Angela, Jardim São Luiz, Pirajussara, Morumbi, Taboão da Serra – Jd Record, Raposo Tavares, Butantã, Butantã USP (Jardim Rizzo e Jardim São Remo), Butantã (Jardim Jaqueline e Jardim Peri Peri), Vila Sonia têm 26 áreas de risco
— Os bairros Brás (Canindé, Pari, Bom Retiro), Consolação, Paulista, Consolação, Cambuci (Jardim Glória), Ipiranga (Vila São José, Vila Dom Pedro II), Sacomã (Vila Independência, Vila Carioca, Vila Heliópolis, Cidade Nova Heliópolis), Vila Alpina têm 24 áreas de risco
— Os bairros Mairiporã - Irara Branca, Parque Cantareira, Horto (Tremembé, Vila Amélia, Jardim Itatinga), Vila Nova Cachoeirinha (Vila Basiléia, Cachoerinha, Jardim Centenário, Jardim Aida, Imirim, Limão, Jardim das Graças, Vila Carbone, Vila Palmeiras, Vila Santista), Casa Verde, Vila Brasilândia (Vila Bruna, Vila Cavaton, Chácara Nossa Senhora Aparecida, Jardim Mariliza, Vila Hermínia, Jardim Monte Alegre), Freguesia do Ó ( Jardim São José, Vila Portugal, Jardim São Ricardo, Jardim Iris, Vila Anastácio, Vila Ursulina, Vila Santa Delfina, Moinho Velho, Vila Picinin, Vila Brasilândia, Parque Monteiro Soares, Vila Julio Cesar, Itaeraba, Vila Palmeiras) têm 21 áreas de risco
— Os bairros Penha (parte), Artur Alvim, Ermelino Matarazzo, Guaianazes, Cidade Tiradentes, Santa Etelvina, Itaquera, Deriv Vila Matilde (Jardim Itapema, Jardim Aricanduva, Jardim Marília), Carmo, Savoy, Vila Aricanduva, Vila Matilde têm 19 áreas de risco
— Os bairros Tremembé, Tucuruvi, Edu Chaves, Santana, Mirante, Vila Medeiros, Vila Maria têm 16 áreas de risco
— Os bairos Penha (parte), Cangaíba, Jardim Popular, Artur Alvim, Ermelino Matarazzo, São Miguel Paulista, Itaim Paulista, Itaquera,Vila Matilde, Penha (Jardim Jaú, Vila São Geraldo e Vila Guarani), Vila Matilde (Jardim Itapema, Jardim Aricanduva, Jardim Marília) têm 11 áreas de risco
— Os bairos Brooklin (Bairro mais próximo no Google Maps – Brooklin Novo), Santo Amaro (Bairro mais próximo no Google Maps – Granja Julieta), Chácara Flora, Americanopolis, Campo Belo, Jabaquara, Vila do Encontro, Americanopolis - Pq Real têm 10 áreas de risco
— Os bairros Parque Anhanguera, Perus, Jaragua, Pirituba, Vila Jaragua têm nove áreas de risco
— Os bairros Jardim das Fontes, Colonia, Interlagos, Grajaú, Americanopolis (parte) têm oito áreas de risco
— Os bairros São Matheus, Jardim da Conquista, Jardim São Pedro, Sapopemba têm cinco áreas de risco
— Os bairros Moóca (Jardim Italia/ Vila Oratório/ Belenzinho/ Jd. Anália Franco), Carrão, Vila Formosa têm quatroáreas de risco
— Os bairros Embu – Vista Alegre, Embu – Centro, Embu – Santo Antonio, Embu – Deriv Santo Antonio (Sem ruas como referências), Itapecirica – Campestre, Itapecirica – Centro, Itapecirica – Embu Guaçu (Bairro mais próximo no Google Maps – Parque Santa Bárbara e Chácara Balbina), Embu Guaçu Centro, Jardim Angela, Jardim São Luiz, Santo Amaro (parte) têm três áreas de risco

A lista foi tirada do site do R7. Não há detalhes sobre as ruas que sofrem esse risco - eles alegam que regiões mais altas ou mais afastadas das represas podem sofrer com o desabastecimento - e nem medidas que possam ser tomadas. A Sabesp "contestou" a informação de que os lugares correm o risco de desabastecimento. Dizem que apenas sofrem uma diminuição na pressão da água. Mas as notícias mostram que muitas regiões de São Paulo já sofrem com isso.

O que vale é cobrar de nossos governantes ações concretas e fazermos a nossa parte, independente da região em que moramos - mesmo sendo fora de São Paulo. É um fato e devemos encarar: PRECISAMOS CUIDAR BEM DA NOSSA ÁGUA. Não, você não deve sair ostentando água porque não mora em São Paulo. Esse recurso está escasso, nós cuidamos muito mal da nossa natureza e precisamos preservar tudo o que temos.

O Chá das Nove já deu algumas dicas do que fazer para economizarmos água. Quer relembrar? Vai aí uma listinha.

NO BANHEIRO



- Escove os dentes de torneira fechada

Você precisa realmente ver a água caindo enquanto escova os dentes? Molhe a escova, feche a torneira, escove os dentes e só abra de novo na hora de enxaguar a boca. Se você quer economizar de verdade, pode usar um copo na pia e colocar uma pequena quantidade de água nele - o suficiente para você limpar a espuma de sua boca. Afinal, não tem necessidade de jogar tanta água ralo abaixo só para você ficar com os dentes limpos.

- Tome banhos rápidos

Cinco minutos são suficientes para você tomar um bom banho. Ok, você tem muito cabelo ou cabelos compridos. Não faz mal, a gente te deixa com sete minutos então. É muito simples. Molhe os cabelos. Desligue o chuveiro. Coloque xampu, esfregue, abra o chuveiro e tire o xampu. Ele sai rápido, prometo. Desligue o chuveiro. Passe condicionador e sabão no corpo. Abra o chuveiro, enxague tudo e acabou. Duvido que isso te tome muito tempo. Está cansado e precisa relaxar? Deite e durma no sofá, a água no mundo não tem nada a ver com isso.

- Use um balde

Calma, eu não quero que você tome água de baldinho. Sabe aqueles minutinhos que você deixa o chuveiro ligado "para esquentar". Coloque um balde embaixo do chuveiro para recolher essa água. Você quer jogar esse bando de água limpa ralo abaixo para que? Depois você pode usar a água para lavar a casa, a roupa, até seu carro, olha só.

- Faça a barba com a torneira fechada

Mesma lógica de escovar os dentes. Força, você consegue. 

- Verifique vazamentos

Muitas vezes a privada pode ter vazamentos internos que você não percebeu. Preste atenção se a descarga esvazia logo, se a caixa demora para encher, qualquer vazamento causará um dano grande na quantidade de água no mundo e na sua conta no fim do mês.

NA COZINHA



- Use a máquina de lavar louças cheia

Você gosta de lavar as louças na máquina todo dia? Ok, mas tenha certeza de que ela está cheia. Já foram feitas várias comparações e perceberam que a máquina de lavar louças economiza mais água do que lavar uma pia cheia. Mas, você precisa ajudar. Só use a máquina quando ela já estiver com muita louça dentro. E tente usá-la no modo econômico, para ela só usar a quantidade de água adequada. 

- Jogue os restos de comida fora

Pode parecer um conselho estranho, mas se você lembrar de raspar bem os pratos e panelas no lixo, na hora de lavar a sujeira sairá mais fácil e você usará menos água, só o suficiente para lavar de verdade...

- Mantenha a torneira fechada

Mesma coisa de quando você escova os dentes: você tem mesmo a necessidade de ver a água caindo ralo abaixo enquanto esfrega as louças? É bem simples também. Molhe a esponja, feche a torneira, coloque um pouquinho de detergente e esfregue tooodas as louças. Comece da mais limpa para a mais suja. Depois que todas as louças estiverem ensaboadas, você pode voltar a abrir a torneira e enxaguar tudo de uma vez. Sério, funciona, se eu consigo com uma pia minúscula, você também consegue. Dá tudo certo, as louças ficam limpíssimas e você não gasta água. Ah, e torneia meio fio, ok? Não precisa abrir na capacidade máxima.

NA LIMPEZA DA CASA



- Roupas

Espere acumular bastante roupa para lavar. Máquina cheia. As máquinas atuais balanceiam a quantidade de roupa com a de água, mas é melhor deixar para lavar tudo de uma vez do que gastar um tantão de água de pouco em pouco. Eu também gosto de separar roupas pelo tipo, mas mesmo assim, você pode esperar acumular cada tipo de roupa para lavar. Você não vai ter que andar pelado por aí, prometo.

- Balde e pano molhado

Não, querido amigo. Você não tem a necessidade de limpar sua casa com mangueira ou jogar baldes de água pela casa para "parecer mais limpo". Te juro que um pano molhado com um bom produto de limpeza limpa muito bem a casa, além de economizar água. Sua vó sempre foi linda, uma fofa, mas essa coisa que ela colocou na sua cabeça de que é preciso jogar água para limpar tudo está super errado. 

***

Vale lembrar também que: você pode sempre reutilizar água. Pegar água da máquina para colocar na caixa da descarga, água do chuveiro para limpar o chão, e assim vai. Precisa muito lavar seu carro? (eu entendo, se eu te contar há quanto tempo não lavo o meu você cai pra trás. nem sempre é fácil enxergar com um carro sujo). Pegue um balde, uma esponja, um pano e vá na fé. Não precisa de jatos. Ou vá em algum lugar com lavagem a seco. É mais caro, ok, mas quebra seu galho.

São pequenas ações que vão nos ajudar a ter água por mais tempo, garantir um futuro melhor para nossos filhos e netos e viver em harmonia. Afinal, as estimativas dizem que em 2025 já teremos muitos, mas muitos lugares sem água. E sim, nós podemos reverter isso. Ou podemos pelo menos tentar. Você não quer que a terceira guerra mundial comece por uma garrafinha de água, certo?

Oriente sua família, as pessoas que passam pela sua casa, a sua consciência. Como diria Jack Johnson: reduza, reuse e recicle!

Postado Por:Aninha As: terça-feira, outubro 28, 2014 Sem Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

  • RSS
  • Facebook
  • Twitter
  • Youtube

Curte a gente no FB!

Seguidores

Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Fale com a gente!

Nome

E-mail *

Mensagem *

    Chá das Nove é um site de entretenimento e informações. A reprodução do conteúdo do site é permitida, com os devidos créditos. Se tiver alguma dúvida entre em contato com blogchadasnove@gmail.com.

    Todas as imagens que aparecem no site são reproduções de outros sites e o Chá das Nove não reivindica nenhum crédito para si, a não ser que especificado. Se você (ou sua empresa) possui os direitos de alguma imagem e não quer que ela apareça no Chá das Nove entre em contato e ela será removida.